Por que aprender Direito Sistêmico?

sunrise-forest-wallpaper-2A aplicação do Direito Sistêmico para e pelos profissionais do direito e de áreas correlatas, que prestam auxílio às pessoas na resolução de conflitos de interesse e relacionamento, pode dar-se de diversas formas.

Trata-se de uma ciência dos relacionamentos, válida para relações humanas, organizacionais e relações jurídicas em geral, uma vez que toda relação constitui um sistema ou se constitui dentro de um.

Gerações passadas – O estudo dessa ciência amplia a compreensão sobre as dinâmicas ocultas nos conflitos. Cada parte no conflito tem motivos para ter se envolvido nele do modo como fez (seja como agressor, vítima, reivindicador ou devedor), e esses motivos podem ter raízes profundas, que não dizem respeito necessariamente à outra parte no processo, mas sim ao passado familiar de cada um, inclusive de gerações anteriores.

Leis Sistêmicas – Essas dinâmicas ocultas são regidas por leis sistêmicas, que Bert Hellinger (criador das constelações familiares) denominou de “ordens do amor”. São três leis básicas: direito ao pertencimento, ordem de precedência e equilíbrio entre dar e receber. Dessas três derivam inúmeras outras, que podemos observar em qualquer relacionamento – principalmente quando ocorre a crise ou conflito, decorrente da violação de alguma das leis sistêmicas.

As constelações familiares são a abordagem por meio da qual Bert Hellinger descobriu a existência dessas ordens. As constelações podem ser usadas na Justiça para trazer à tona as raízes ocultas do conflito/questão e os caminhos para a pacificação/solução, evidenciando-os de forma tocante e mobilizadora para as partes envolvidas.

Reconhecimento – As leis sistêmicas e as constelações familiares, na abordagem desenvolvida por Bert Hellinger, constituem um instrumento poderoso para sensibilizar as partes de um conflito familiar, conduzindo-as a um reconhecimento mútuo, à amenização das mágoas e rancores e a um efetivo respeito entre si, favorecendo a conciliação e evitando o surgimento de futuros litígios.

Constelações na esfera penal, de infância e juventude, trabalhista, em execuções penais, previdenciárias e outras – Verifica-se que em todos os campos de relações humanas há influências fundamentais da família de origem; questões relacionadas ao envolvimento com drogas, violência, comportamentos antissociais, dificuldades no trabalho e em relação ao Estado também podem ter sua solução potencializada pelas constelações, na medida em que as questões de fundo familiar são “desemaranhadas” e as pessoas se liberam do padrão anterior de postura e comportamento que determinava seu envolvimento naquela situação.

Nas experiências já realizadas, esse trabalho vem mostrando grande eficácia em todas essas áreas.

Constelações Organizacionais – Também relações entre organizações recebem a influência oculta do passado, que inclui fatos ocorridos com os seus fundadores, financiadores e trabalhadores, e pode determinar seu comportamento perante os clientes, funcionários, órgãos governamentais e outras organizações com as quais se relacionam. Isso vale também para a relação do profissional do direito (ou de áreas correlatas) com a Justiça, o Tribunal ou Juiz, a Comarca, os serventuários, os membros do MP, os advogados, os jurisdicionados/clientes e os próprios conflitos nos quais deverá intervir.


Conheça a Formação Hellinger Schule de Direito Sistêmico, que está com inscrições abertas para a 2ª turma, com início nos dias 6 e 7 de maio de 2017.

Leia o artigo Direito Sistêmico: primeiras experiências com constelações no judiciário

Leia o artigo Constelações Familiares na Vara de Família viabilizam acordos em 91% dos processos, que revela alguns dos resultados observados a partir do trabalho na Comarca de Castro Alves – BA

Sobre Sami Storch

Juiz de Direito no Estado da Bahia, atualmente em exercício na Comarca de Itabuna. Graduado na Faculdade de Direito da USP, Mestrado em Administração Pública e Governo (EAESP-FGV/SP) e Doutorando em Direito na PUC-SP, com tese em desenvolvimento sobre o tema "Direito Sistêmico: a resolução de conflitos por meio da abordagem sistêmica fenomenológica das constelações familiares". Cursei diversos cursos de formação e treinamentos em Constelações Sistêmicas Familiares e Organizacionais segundo Bert Hellinger e hoje coordeno e leciono no Curso de Pós-Graduação Hellingerschule de Direito Sistêmico pela Faculdade Innovare. Desde 2006, venho ministrando palestras e workshops de constelações familiares e obtendo altos índices de conciliações com a utilização dos princípios e técnicas das constelações sistêmicas para a resolução de conflitos na Justiça. Meu foco é a aplicação prática, no exercício das atividades judicantes, dos conhecimentos e técnicas das constelações familiares. O objetivo é utilizar a força do cargo de juiz para auxiliar na busca de soluções que não apenas terminem o processo judicial, mas que realmente resolvam os conflitos, trazendo paz ao sistema. Contato: direitosistemico@gmail.com
Esse post foi publicado em Artigos, Uncategorized. Bookmark o link permanente.

9 respostas para Por que aprender Direito Sistêmico?

  1. angelina albertina de borba disse:

    Boa Noite, fiz minha inscrição e ainda não recebi o boleto para efetuar o pagamento,

    Faltou alguma informação?

    Agradeço e aguardo

    Angelina A de Borba

    ________________________________

    Curtir

  2. Imaly Baumflek disse:

    Sami, gostaria de me aprofundar no tema do Direito Sistemico e das Constelacoes Familiares. Tem algum livro jah a venda no Brasil ou curso on-line para aqueles que moram longe? Eu estou na Argentina.
    Saludos,
    Imaly

    Curtir

    • Sami Storch disse:

      Olá Imaly, boa tarde!
      Ainda não temos um livro publicado especificamente sobre o Direito Sistêmico.
      Tampouco sabemos de um curso on-line. Este aprendizado é predominantemente vivencial, e por isso os workshops e formações são presenciais.
      Estamos compondo uma nova turma para a Formação Hellinger Schule de Direito Sistêmico, que teve início em maio/2017, mas ainda pode acolher novos alunos que queiram iniciar a partir do segundo módulo, nos dias 8 e 9 de julho de 2017.
      Mais informações: http://faculdadeinnovare.com.br/pos-graduacao/direito-sistemico
      Um abraço!

      Curtir

  3. Manuella Santana disse:

    Boa tarde Sami Storch !
    Como estudante de direito, estou encantada com essa técnica e muito orgulhosa por estar sendo aplicada em minha querida cidade de Itabuna.
    Gostaria muito de me inteirar sobre o assunto, qualquer pessoa pode participar das conciliações?(se poder quero muito participar), caso não possar o o sr. poderia nos presentear com algum palestra. Grata !

    Curtir

  4. Pingback: Por que escolher o Direito Sistêmico? – Anima Mediação Sistêmica

  5. Tatiana Scheuer disse:

    Boa noite!
    Sou estudante de direito e cursando a 8ª fase na Universidade do Contestado, Campus Canoinhas/SC.
    No ano passado durante um seminário jurídico, tivemos o prazer de participar de uma oficina sobre constelação familiar, ministrada por uma psicologa e parapsicóloga.
    Nesta oficina, fui escolhida para participar da prática demonstrativa, motivo pelo qual fiquei maravilhada com o tema.
    Tanto me encantei, que estou buscando conteúdo para fazer a defesa de minha monografia nesta área.
    Gostaria de parabenizá-lo Dr Sami, pelo seu trabalho!
    Gostaria também, de pedir dicas de materiais para que eu possa desenvolver o meu trabalho de monografia.
    Abraços,
    Tatiana Scheuer

    Curtir

  6. ARIANE disse:

    Bom dia Dr. Estou fazendo meu TCC sobre as Constelações e gostaria de mais informações sobre o tema, assim como dados dos resultados que vêm sendo obtidos. Por favor, como poderia consegui-los?

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s