Reconciliação: um novo olhar para a vida (reportagem da Viver Bem em Revista)

Excelente reportagem da Viver Bem em Revista, sobre o direito sistêmico e o uso das constelações familiares na Justiça, incluindo entrevista com o juiz Sami Storch e apresentação do projeto em desenvolvimento na 6ª Vara de Família de Natal/RN. Texto bem esclarecedor.

Parabéns à reporter Taciana Chiquetti pela clareza, pela divulgação e por participar da iniciativa junto à Justiça do Rio Grande do Norte. Parabéns, também, ao psicólogo Carlos Henrique Souza da Cruz e à conciliadora Luciana Pessoa Benz, pelo projeto, e à magistrada Virgínia Bezerra, pelo apoio a mais essa iniciativa transformadora!

Revista Viver Bem - entrevista Sami out15-1

Entrevista com Sami Storch na edição de set-out 2015 da Viver Bem em Revista

Revista Viver Bem - entrevista Sami out15-2

A reportagem trata do projeto da 6ª Vara de Família de Natal, explicando como funciona a abordagem das constelações.

Salve o arquivo em PDF: Revista viver_bem_28_Entrevista com Sami Storch

Sobre Sami Storch

Juiz de Direito no Estado da Bahia, atualmente em exercício na Comarca de Itabuna. Graduado na Faculdade de Direito da USP, Mestrado em Administração Pública e Governo (EAESP-FGV/SP) e Doutorando em Direito na PUC-SP, com tese em desenvolvimento sobre o tema "Direito Sistêmico: a resolução de conflitos por meio da abordagem sistêmica fenomenológica das constelações familiares". Cursei diversos cursos de formação e treinamentos em Constelações Sistêmicas Familiares e Organizacionais segundo Bert Hellinger e hoje coordeno e leciono no Curso de Pós-Graduação Hellingerschule de Direito Sistêmico pela Faculdade Innovare. Desde 2006, venho ministrando palestras e workshops de constelações familiares e obtendo altos índices de conciliações com a utilização dos princípios e técnicas das constelações sistêmicas para a resolução de conflitos na Justiça. Meu foco é a aplicação prática, no exercício das atividades judicantes, dos conhecimentos e técnicas das constelações familiares. O objetivo é utilizar a força do cargo de juiz para auxiliar na busca de soluções que não apenas terminem o processo judicial, mas que realmente resolvam os conflitos, trazendo paz ao sistema. Contato: direitosistemico@gmail.com
Esse post foi publicado em Artigos, Notícias (citações) e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Reconciliação: um novo olhar para a vida (reportagem da Viver Bem em Revista)

  1. Sonia Cetrim Silva disse:

    Prezados Srs,

    Gostaria de informações a respeito do Direito Sistêmico.Tenho uma página na Internet sobre Direito de Famiíia..
    Sou advogada de família, mediadora,conciliadora e árbitra (8a.Câmara de mediação, Conciliação e arbitragem(RJ), mas optei desde 1994 pela Mediação Familiar ,quando adaptei algumas regras compatíveis a problemática de cada um.
    .Até o meu escritório foi adaptado e destruí definitivamente a tal da escrivaninha.
    Sinto que tenho muito a fazer, mas estou precisando de oferecer algo mais e sinto que os” títulos “que possuo são frutos de uma imposição das normas sociais, porque sou Mediadora Familiar desde criança.
    Já li artigos sobre Constelação Familiar, porém necessitaria de uma ajuda para saber qual caminho devo seguir para atingir o direito sistêmico.

    Att

    Obrigada

    Sonia Cetrim

    Email:soniacetrimadv@gmail.com
    Página: SCetrim Advocacia de Família

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s